3 de fev. de 2014

CINEMA DE LUTO: MORRE O ATOR PHILIP SEYMOR HOFFMAN E O CINEASTA EDUARDO COUTINHO

Duas tragédias em menos de 24 horas. A primeira: o ator Philip Seymor Hoffman, vencedor do Oscar de Melhor Ator pelo filme Capote, foi encontrado morto no banheiro de seu apartamento em Nova Iorque, neste domingo (2). Segundo o "Wall Street Journal", o ator tinha uma agulha de seringa no braço e envelopes com heroína ao seu redor. O corpo foi retirado do apartamento na noite do domingo e a necrópsia deve acontecer na segunda-feira.

Nos últimos meses, Philip estava gravando “Jogos Vorazes: A Esperança – Parte 2″. Ele lutava contra o vício em drogas e ficou internado em uma clínica de reabilitação no ano passado por dependência de heroína, após uma recaída. Em 2006, durante entrevista ao programa "60 Minutes", da CBS, relatou sua relação com as drogas. "Já gostei de tudo", comentou.

Uma pena...

E, como se não bastasse, o cineasta Eduardo Coutinho foi assassinato a facadas na manhã deste domingo em sua casa na Lagoa (zona Sul do Rio). Segundo o delegado Rivaldo Barbosa, o filho do cineasta, preso em flagrante pela morte do pai, bateu na porta do vizinho logo após o crime "não concatenando as ideias", em um surto de esquizofrenia. A mãe de Daniel Coutinho e esposa de Eduardo, Maria das Dores Coutinho, de 62 anos, também foi esfaqueada e teve de ser internada, em estado grave.

Considerado um dos maiores documentaristas do país, Coutinho é ganhador do Kikito de Cristal, principal premiação do cinema nacional, pelo conjunto da obra. Entre seus principais filmes estão "Edifício Master", "Jogo de cena", "Babilônia 2000" e "Cabra Marcado para Morrer". O velório está previsto para começar as 10h, na Capela 3 do Cemitério São João Batista, em Botafogo.

Sem comentários...

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...